Início > História

História

A Freguesia de S. Pedro Fins, data a muitos anos antes da fundação de Portugal. Pertence ao concelho da Maia e é uma das suas dez freguesias com uma população que ronda os 2.000 habitantes. O seu  espaço geográfico - cerca de 5,23 quilómetros quadrados - são partilhados entre uma paisagem urbana e rural.

Em termos históricos, não há certezas quanto à origem desta região. Há quem atribua o seu aparecimento à ocupação romana, outros há que apontam para a existência de uma civilização mais antiga, de quem seríamos herdeiros. No entanto, é tido como certo que a nossa freguesia pertencia ao denominado Vale do Coronado sendo mais tarde integrada nas Terras da Maia, doadas por
D. Afonso Henriques a D. Gonçalo Mendes da Maia. Com efeito, na tentativa de agradecer aos seus servidores a preciosa ajuda na luta travada contra os mouros, o rei ter-lhes-á oferecido terras que, posteriormente, lhes viriam a pertencer.

S. Pedro Fins tem sofrido um crescimento demográfico e económico marcado pela acelerada indústria que aqui se tem instalado. De igual forma, é importante referir que, mercê das óptimas condições geológicas e climáticas, a agricultura continua a ser, como no passado, uma das actividades económicas mais relevantes para a freguesia de S. Pedro Fins.  

 

S. Pedro Fins está situada a norte do rio Douro, entre o rio Leça e o rio Ave. É uma das dezassete freguesias que  compõem o concelho da Maia e é atravessada pela ribeira de Leandro e pela linha férrea que liga o Porto ao Minho.

A sua área é de 5,23 quilómetros quadrados para uma população de cerca de 2.000 habitantes

Na «Relação dos Interrogatórios da Freguezia de Sam Pedro Fins» de 1758 existiam 110 vizinhos. Portanto desde 1758 até 2011 regista-se um crescimento demográfico de cerca de 7%.

Origens from São Pedro Fins